Ocorreu um erro neste gadget
jonasbanhosap@gmail.com (96) 8129 1837 - Macapá/AP (91) 8312 8015 - Belém/PA (61) 3208 5555 - Brasília/DF

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Mochileiro Tuxaua no Festival do Pequi em Crixás/GO


A convite dos amig@s da cultura popular de Crixás/GO, Jean Marconi, Nel Maciel e Dayane Diaz vivenciei nos dias 29 e 30 de outubro o Festival do Pequi, que aconteceu por lá.

Foi a primeira vez que fui a Crixás e aproveitei para levar toda a estrutura da NossaCasa de Cultura e a Rádia NossaCasa para registrar a Festa a partir do olhar dos que fazem a cultura viva popular, como o grupo da Folia do Divino Espírito Santo lá de Crixás, que tive o prazer de conhecer durante o Encontro de Comunidades Tradicionais, realizado na Chapada dos Veadeiros/GO, em agosto último.

Só que, para falar a verdade, acabei indo pouco lá no Festival do Pequi, uma vez que fiquei frustrado quando soube que os grupos tradicionais de cultura popular da cidade não tinham sido convidados pela Organização do Evento. Em Crixás, os que estão no Poder parecem ter vergonha de sua própria identidade. Lamentável isso. Então, resolvi sacudir a poeira e dar a volta por cima e ir atrás da cultura de raiz de lá e conhecer as gentes lindas e importantes para a cultura de Crixás, e que não são devidamente valorizadas.

Assim, o Nel (filho de Tio Quim Maciel e Tia Ana, dois grandes incentivadores da cultura popular de Crixás, recentemente falecidos), meu gentil anfitrião, levou-me para conhecer suas três tias e um tio, pioneir@s de Crixás, que têm muitas histórias para contar e arte para mostrar. Como a D. Eula Ferreira de Batista, também conhecida por Tia Eula, de 77 anos. Cega de nascença, não foi aceita na escola, mas a falta de visão nunca lhe impediu de trabalhar. Já fez doce, foi vendedeira de doce e trabalhou de comércio. Com a idade, retomou as atividades artesanais com a palha do milho, que aprendeu na infância com a mulher de um chacareiro de seu pai, há mais de 30 anos. Tecendo e torcendo as palhinhas de milho, trazidas por seus vizinhos e amigos, diariamente na sala de sua casa histórica, tornou-se numa exímia artesã. De suas mãos, surgem belas cadeiras, bolsas, tapetes que enchem de orgulho toda sua família e aqueles que têm a oportunidade de vê-la. É um doce de pessoa, a tia Eula, nos enchendo de paz e esperança.

Crixás é muito rica culturalmente, para muito além do ouro explorado pela mineradora sulafricana, localizada no topo da serra da cidade. Folia do Divino, Festividade de São Sebastião, Catira. A Folia do Divino de Crixás estima-se que tenha mais de 150 anos e veio com os portugueses. Era divida em Folia do Sertão, Folia de Santa Rita e Folia de São Patrício. Como toda folia, tem a parte religiosa e a profana. É realizada sempre em junho.

Depois eu conto mais e posto as fotos. Té mais, sô!!!

Trupe Cultura Viva na Comunidade Carmo do Macacoari (AP)


Mais uma vez estivemos na Comunidade Carmo do Macacoari, município de Itaubal no Amapá. Localizada à beira do rio Macacoari, mas com acesso também pela estrada, de piçarra, claro. Bem, agora que acabou o inverno e as chuvas torrenciais, o percurso diminuiu consideravelmente, de 3h30min para "apenas" 1h30m, cerca de 110 km. E isso graças à perícia do condutor da Kombi, o simpático Oton Machado, que garante o acesso à comunidade diariamente, já que o ônibus de linha só entra duas vezes por semana na comunidade, privando os moradores em seu direito de ir e vir.

Dessa vez, levamos conosco (eu e Rita de Cácia) mais um voluntário-ativista, o Edson Alves. Paulista, arte-educador, poeta e esperançoso pela construção de um mundo melhor, esteve, recentemente, na África contribuindo, voluntariamente, para a melhoria da qualidade de vida das crianças e jovens de lá. De volta ao Brasil, buscava uma oportunidade de continuar a servir àqueles que mais precisam, e, por Deus, nos encontrou em um anúncio que fiz no site Mochileiros.com. Estamos mergulhando o Edson nas comunidades ribeirinhas do Amapá e esperamos que ele fique com a gente por muito tempo, ajudando a fortalecer a educação das comunidades e engrossando o caldo da nossa Trupe Cultura Viva.




Bem, lá na comunidade, fomos mais uma vez recebidos efusivamente pelas crianças, que nos aguardavam há dois meses. Vivenciamos várias atividades lúdicas e educativas com todas elas, cerca de 30, como nossa tradicional roda de abraços,o programa da Rádia NossaCasa Amazônia de incentivo à leitura, o Circo Mágico da Leitura na beira do rio, cinema animado, palhaço ribeirinho, teatrinho de bonecos, desenhos e pinturas, oficina de fotografia, várias intervenções estéticas na NossaCasa de Cultura, roda de conversa com o mestre Zecazinho (pioneiro da comunidade) e muitas brincadeiras & banhos no rio.

Enfim, uma maravilha de encantamento para tod@s nós, mais uma vez!!! Início de dezembro, retornaremos para mais uma ciranda da alegria com nossas crianças ribeirinhas!!!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Festividade de N.Sra. de Nazaré no Retiro Santo Antonio da Pedreira

Vivemos momentos conturbados, em que a cada dia autoridades são presas por suspeita de corrupção, há um crescente aumento da violência entre militantes de partidos ao aproximar-se o segundo turno das Eleições e a costumeira suspeita de compra de votos. Nessses períodos de completa inversão de valores, nada melhor do que parar tudo e cuidarmos de nosso espírito, buscando a paz em nossos corações. E, uma boa oportunidade para isso, é vivenciar a tradição iniciada pelo senhor José da Silva Ramos há mais de um século, que vem sendo mantida pelos seus netos (S. Nazaré Ardasse, D. Cici Costa, D. Castorina e D. Antonia) e bisnetos, os quais realizarão mais uma Festividade em honra à Nossa Senhora de Nazaré, na Comunidade Retiro Santo Antonio da Pedreira. Localizada em um ramal da Estrada do Curiaú, a Comunidade pertence ao Distrito de Santo Antonio da Pedreira do Município de Macapá(Amapá) e seus poucos moradores vivem da agricultura familiar.

A Festividade será nesta quinta-feira (28/10) a partir das 08:00 horas com Missa, seguida de Procissão, almoço gratuito oferecido pela Festeira Marluce Ardasse e família e finalizando com o tradicional e animado leilão, no Centro Comunitário Tamanco Dourado.

Tod@s estão convidados a vivenciar mais um momento de fé, alegria e espiritualidade.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

68ª Festividade de Santo Antonio no Quilombo Pirativa

A Comunidade Quilombo São Raimundo do Pirativa, no município de Santana (Amapá) realizou no dia 16/10, a sua 68ª Festividade de Santo Antonio. A tradição afropopular vem sendo mantida pela matriarca quilombola Mestra D. Jitoca (103 anos) e suas filhas, Maria Grande e Maria do Pirativa. O início ocorreu às 08:00 horas, com a chegada das Irmandades de São Benedito (Mazagão Novo) e Mãe de Deus da Piedade (Mazagão Velho) que abrilhantaram a Festa, à beira do Rio Pirativa.

Além da tradicional parte religiosa (procissão fluvial, chegada dos Santos, novena, folias e ladainha cantada em latim pelo Mestre Zé da Lagoa), houve também a profana com muito marabaixo, batuque e um Baile dançante com o Som Ideal de Raimundo Picanço. E tudo regado a muita gengibirra (bebida típica com abacaxi, gengibre e cachaça) e comida grátis, por conta da festeira, D. Maria Grande, como manda a tradição. Todos que por lá apareceram (e foram muit@s), puderam vivenciar mais um belo espetáculo da rica e diversa afrocultura popular amapaense e brasileira.

Veja as fotos da Festividade e das atividades com as crianças da comunidade desenvolvidas pela nossa Trupe Cultura Viva da NossaCasa Amazônia (Rita de Cácia, Edson Alves e Jonas Banhos), clicando na foto abaixo :



http://picasaweb.google.com/jonasbanhosAP/68FestividadeDeSantoAntonioNoQuilomboPirativaAP#

Serviço Voluntário:
Para conhecer mais da comunidade, fazer turismo comunitário, ajudar na busca de políticas públicas, apoiar o grupo de marabaixo da comunidade, é só entrar em contato com as simpáticas lideranças locais: D. Maria do Pirativa - (96) 9968 0883
Sidinei Picanço - (96) 9166 3859.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Muita Pavulagem, Bois de Ourém e Boi Orube no Arrastão do Círio.

Nesse sábado (9/10), véspera da grande procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, as ruas do Centro de Belém foram tomadas por um Arrastão de bois de todas as matizes. Num clima de muita alegria, após saudar respeitosamente a Santinha que seguiu seu percurso seguida pela tradicional Moto Romaria, as ruas do Centro de Belém até a Cidade Velha foram alegremente ocupadas por brincantes do Arraial do Pavulagem (Ponto de Cultura Arraial do Saber), crianças e adolescentes do Boi Orube do Satélite e os Bois de Ourém (Geringonça, Ouro Fino, Pai do Campo e Tarja Preta)guiados pelos seus mestres Tuiter, Cardoso, Faustino & Joãozinho.

Caminhando e cantando ao som das toadas e das barricas (instrumento musical) os brincantes dos Bois e as milhares de pessoas que acompanharam o cortejo foram recebendo diversas homenagens, dente elas o tradicional banho de cheiro do Pará pelas tradicionais erveiras do Ver-o-Peso.

O cortejo chegou ao fim na Praça do Carmo, na Cidade Velha, com um grande show do grupo Arraial do Pavulagem e vários convidados como os Mestres de Ourém, o poeta Apolo de Caratateua, o trio Quaderna.

Serviço:
http://www.arraialdopavulagem.com.br/
Leia mais em : http://yorrannaoliveira.blogspot.com/2010/10/dez-anos-de-arrastao-do-cirio.html

sábado, 9 de outubro de 2010

Uma grande fábrica de sonhos no Círio de Nazaré em Belém/PA

Pense em um lugar mágico, encantador, que nos permite voltar a ser criança de imediato. Aonde paira no ar um clima todo especial, onde gentes de todas as idades só querem saber de uma coisa: brincar!!! É isso mesmo, em pleno Círio de Nazaré, em Belém do Pará, além de cuidarmos de nossa fé na Santinha, também há um belo espaço, em praça pública, para cuidarmos de nossa alma. É a Feira do Miriti Círio 2010.

Localizada na Praça Waldemar Henrique, tendo em frente o caudaloso Rio Guamá, durante quatro dias (7 a 10/10), mais de 200 artesãos de muitos lugares, mas principalmente de Abaetetuba presenteiam os romeiros do Círio de Nossa Senhora de Nazaré com sua belíssima arte no miriti. Trazem em suas bagagens culturais mais de 70mil peças, produzidas com muito carinho e capricho durante todo o ano para serem comercializadas neste momento único da cultura religiosa paraense.

O brinquedo de Miriti é orgulho do povo abataetubense. Com ele, muitas crianças, adolescentes e jovens têm a oportunidade de vislumbrar um outro mundo possível. É o caso do jovem Leandro, que juntamente com outros amigos, resolveram fazer a sua parte neste mundão de possibilidades, sendo protagonistas de suas próprias histórias e montaram a ONG Miritong, voltada para o cuidado com a natureza, a cultura popular e a inclusão social.

Este ano, a MIRITONG teve seu trabalho reconhecido pelo Ministério da Cultura e tornaram-se no Ponto de Cultura Fábrica de Sonhos. Com os recursos recebidos, estão podendo ampliar sua atuação e levando para outras comunidades ribeirinhas a arte e a magia de fazer brinquedos de miriti e a possibilidade de inserção social e uma maior consciência ambiental a outros jovens viventes na zona rural. Ensinando-os a não derrubar a árvore do miriti das beiras dos rios e mostrando os diversos frutos que a bela árvore pode gerar, na esperança de que tod@s, em breve, possam dizer o mesmo que o Leandro nos disse: "contar história é muito bom, mas fazer parte dela é melhor ainda."

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Romaria da Paz no Círio de Nazaré em Belém do Pará


Aconteceu na manhã de 7/10, a 1ª Romaria da Paz em Belém/PA, na véspera da Festividade do Círio de Nazaré, numa belíssima iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Instituto Vida Brasil, com o fundamental apoio de diversos movimentos sociais que vivenciam, diariamente, a cultura da paz e justiça. Dentre eles, está o MOVIDA - Movimento pela Vida, coordenado pela fundadora, senhora Iranilde Russo, mãe do produtor cultural Gustavo Russo, assassinado por policiais militares em 2005.

Compareceram à Romaria muitos familiares e amigos de vítimas da violência urbana (trânsito, assassinatos, homícidios, brutalidades policiais, erro médico, vítimas do sistema de saúde) e rural (crimes por terra, crimes políticos) no Pará e de outros Estados (RJ, ES, MT), tod@s participaram unid@s dessa caminhada em busca de justiça e paz para toda a sociedade brasileira.

Munidos de faixas, fotos de seus entes queridos, terços, imagens da santinha de Nazaré e muita fé, os participantes da Romaria percorreram o quarteirão que circunda a Basílica tendo à frente a guiá-los a Berlinda com Nossa Senhora de Nazaré. Num clima de muita luz, espiritualidade e emoção, centenas de pessoas seguiram o cortejo, sem corda, chamando a atenção para a necessidade de vivenciarmos mais paz em nossos corações, sem esquecermos de lutarmos para que as centenas de crimes cometidos, diariamente, na nossa sociedade-cão não fiquem impunes, porque só há paz, onde há justiça!!!

Ao final, foi rezada uma bela missa dentro da Basílica, onde anunicou-se que a partir daquele momento a Romaria da Paz estava sendo incorporada à Programação Oficial do Círio de Nazaré. Uma vitória para tod@s que acreditam que a PAZ é o caminho !!! Que bom, afinal a paz merece estar em todos lugares e momentos de nossas vidas!!

Enfim, que se cumpra os versos de “Vós Sois o Lírio Mimoso”, considerado o hino oficial do Círio de Nazaré, composto em 1909 pelo poeta maranhense Euclides Farias:

"Ó Virgem Mãe amorosa fonte de amor e de fé
dai-nos a benção bondosa, Senhora de Nazaré.

Sede bendita, Senhora
farol da eterna bonança, nos altos céus onde mora
a luz da nossa esperança.

E lá da celeste altura
do vosso trono de luz
dai-nos a paz e ventura
por vosso amado Jesus."


Serviço Voluntário:
Junte-se, por amor e não pela dor, aos Movimentos pela Paz :
Movimento pela Vida - MOVIDA reúne-se todo domingo na Praça da República
Associação Paraense Contra o Erro Médico - 8113 2425 (Inês)
www.bastacomoserrosmedicos.blogspot.com (Rio de Janeiro)
www.gabrielasoudapaz.org (Rio de Janeiro)
http://comitedorothy.blogspot.com/
http://www.cptnacional.org.br/
http://afvv.blogspot.com (Cuiabá/MT)
http://anastaciocassaro.blogspot.com (Espírito Santo)
Caso Mercia Nakashima (São Paulo)

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

AGENDA MOCHILEIRO TUXAUA - OUTUBRO & NOVEMBRO


Comunidades tradicionais do AMAPÁ - de 12 a 22/10

Comunidades tradicionais do PARÁ - de 23 a 26/10

Comunidades Tradicionais de GOIÁS - 28 a 31/10

Comunidades Tradicionais do PIAUÍ - de 8 a 21/11

Fórum Social PanAmazônico - SANTARÉM/PA - 25 a 30/11