Ocorreu um erro neste gadget
jonasbanhosap@gmail.com (96) 8129 1837 - Macapá/AP (91) 8312 8015 - Belém/PA (61) 3208 5555 - Brasília/DF

domingo, 29 de janeiro de 2012

Cordel NossaCasa de Cultura da Amazônia no FST2012 (de João de Castro)

foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br
Nossa Casa de Cultura
Na "Amazônia Oriental"
Tem um trabalho sério
Que causa o bem e não o mal
E é com a literatura
Que todo mundo é o tal!!!...


Peregrina-se pelas águas
Com o proposito conquistar...
Por meio de uma leitura
Se começa a ensinar
A importância do projeto
É o "Cabloco" aceitar...


Em uma "Amazônia" complexa
Que só é destruição
Nossa Casa de Cultura
Prega a preservação
De uma maneira bonita
Só com o "Livro" na mão


Presentes estão neste "Forum"
Na intenção de mostrar
Que com leitura se aprende
O Verbo que é preservar
Venham aqui meus amigos!!!...
Vamos aprender se doar!!!...


Me espanta tantos "Foruns"
Economia/Educação
Discute-se aqui e lá
Tudo pura enganação
Pois não se resolve nada
A  não ser destruição...


Engraçado! Falam em preservar
Amazônia e o Planeta
No entanto poluem tudo
Jogam tudo na sargeta
E ainda ousam falar
Nosso "encontro" foi "Porreta!!!"


Tá as Hidrelétricas
Construindo, destruindo
Soterrando "Etnias"
E pra isso estão rindo...
Não adianta gritar
A dor não estão sentindo!


Índios pra esse destruidor
É apenas "adereço"
Não importa Terra/Cultura
Pra eles não tem preço
O preço é destruir
Basta ter um endereço...


Por exemplo "Belo Monte"
Apesar das "Liminares"
Passam por cima de tudo
A coisa vai pelos ares...
Tem o apoio "maior!"
É dificil derrubares!...


Existem as condicionantes
Que sequer são respeitadas
Liminares que suspendem
Pela "*AGU" são derrubadas
É o poder da Presidência
Em todas essas empreitadas...

*Advocacia Geral da União


Assim fazem da Amazônia
Um objeto de brinquedo
Ainda mentem pro Amazônida
Dizendo: Não tenham medo!
Isso é desenvolver!!!...
Pra você ver acorde cedo!...


Vem aí a "Rio + 20!"
Repetem a "Eco 92"
Discutiram nada fizeram
Falou um, e falou dois
Não assinaram os "Tratados"
Tudo ficou pra depois


E o "Planeta" passando
Por uma séria "Transição"
Pega fogo, alaga tudo...
Verdadeira destruição
E, se reunem e discutem
Pra nenhuma solução


Gritemos por esse caminho
Que é a nossa poesia...
A literatura um objeto
É a nossa soberania
Deixemos o livro aberto
Externemos a alegria

Poeta João de Castro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pela sua valiosa contribuição. Volte sempre!!!
Jonas Banhos
jonasbanhosap@gmail.com
twitter: @JonasBanhos
msn : jbanhos@hotmail.com
orkut: Jonas Banhos