Ocorreu um erro neste gadget
jonasbanhosap@gmail.com (96) 8129 1837 - Macapá/AP (91) 8312 8015 - Belém/PA (61) 3208 5555 - Brasília/DF

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Festival de Carimbó de Santarém Novo: 10 anos de paixão e valorização da nossa cultura


“Mamãe eu quero um vestido, da seda mais encarnada
Pra dançar o carimbó no meio da rapaziada...”
(trecho de cantiga tradicional da Irmandade de Carimbó de São Benedito-Santarém Novo)


Já é dezembro e o som dos tambores anuncia o 10º FEST RIMBÓ – Festival de Carimbó de Santarém Novo, espalhando alegria e energia nos dias 17 e 18 de dezembro de 2011, antecedendo a tradicional festividade de carimbó da centenária Irmandade de Carimbó de São Benedito.


Completando 10 anos de história, o FEST RIMBÓ é muito mais do que um simples evento anual, consolidando-se como um dos principais espaços de valorização e difusão da cultura popular paraense. É o principal festival articulado pelo movimento cultural que luta pelo registro do Carimbó como Patrimônio Imaterial do Brasil.


Território de encontro e celebração da diversidade do carimbó e suas várias vertentes, ao longo desses 10 anos o Festival criou atividades importantes como Seminários, Encontro dos Mestres de Carimbó, Oficinas de Saberes e Fazeres do Carimbó, Mini-Festival com grupos infantis e Circuito Carimbó nas Escolas, além do Troféu Mestre Celé de Carimbó (estilos raiz e livre) e de animados bailes e shows com grupos regionais e locais.

Acreditamos necessário unir a festa com a reflexão, o show com o debate, a educação e a oralidade, o palco com a roda de conversas, cantos e danças, na construção de um dinâmico movimento cultural do carimbó, organizado pelas comunidades, grupos e mestres carimbozeirosque lutam por reconhecimento e dignidade. Este tem sido o objetivo maior deste Festival.



Cortejo da Campanha do Carimbó (2010)


Nesse sentido, o 10º FEST RIMBÓ continua sendo o espaço privilegiado de articulação e reflexão da Campanha “Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro”, movimento nascido no festival de 2005 e que há 7 anos vem lutando para registrar o Carimbó paraense como patrimônio cultural imaterial do Brasil.


Para comemorar uma década de atividades ininterruptas, o FEST RIMBÓ 2011 promove o (re)encontro grupos e mestres carimbozeirosque já passaram pelo Festival ao longo de seus dez anos de existência, reafirmando a importância do evento para o reconhecimento e fortalecimento do carimbó paraense.


Realizado desde 2002 pela Irmandade de Carimbó de São Benedito, o FEST RIMBÓ  conta hoje com várias parceiros e apoiadores como a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, Instituto de Artes do Pará, Assembléia Legislativa do Pará, IPHAN, Prefeitura Municipal de Santarém Novo, Câmara Municipal, Casa Grande, Movimento Nossa Casa de Cultura e Cidadania, dentre outras instituições.

Atividades do festival celebram a tradição e diversidade do Carimbó



A programação de 2011 inclui a 10ª edição do “Troféu Mestre Celé de Carimbó”, mostra musical aberta a grupos de todo o Pará que tem proporcionado visibilidade e valorização de grupos e compositores de carimbó em atividade, distribuindo premiações nos estilos Raiz (ou tradicional, pau-e-corda) e  Livre (que permite releituras e fusões), reconhecendo e afirmando a rica diversidade musical da manifestação. Hoje é considerada a mais antiga e representativa mostra de carimbó do Pará, recebendo grupos e mestres vindos dos municípios da região do Salgado, Marajó e Belém, revelando a beleza e dos diferentes sotaques e estilos do nosso carimbó. Para os 10 anos do Festival já confirmaram presença grupos de Marapanim, Maracanã, Salinópolis, Capanema, Curuçá, Magalhães Barata, Santa Bárbara do Pará e Belém, além dos anfitriões de Santarém Novo.





Crianças do Tio Milico (Maracanã)

O Mini-Festival de Carimbó com os grupos mirins é outra atividade criada para incentivar essa renovação e continuidade da tradição do carimbó. O FEST RIMBÓ foi o primeiro evento a oferecer esse espaço para as crianças e adolescentes mostrarem o talento herdado de seus pais, sendo referência para a criação de grupos mirins em vários outros municípios da região. Realizado desde 2005, este ano o Mini-Festival receberá os pequenos carimbozeiros do Espaço Cidadão Tio Milico, da Ilha de Maiandeua (Maracanã) e o anfitrião Trinca-Ferro Mirim, grupo criado pelo casal de mestres Ana e Bernardo (Santarém Novo).



 As Oficinas de Saberes e Fazeres do Carimbó, ministradas por mestres da Irmandade, também se inserem no esforço da comunidade em transmitir sua tradição oral aos mais jovens e assim assegurar sua preservação e continuidade. Realizadas desde 2005, utilizam a pedagogia da oralidade e privilegiam os saberes de mestres e mestras da própria comunidade.


E para democratizar o acesso à produção audiovisual paraense e brasileira ainda tem o Circuito Cine-Carimbó, mostra itinerante de vídeos sobre a temática do Carimbó que será realizada no âmbito do evento, com a exibição de filmes como “Chama Verequete”, “O Grande Balé de Damiana”, entre outros. O Cine-Carimbó é uma ação da Campanha do Carimbó e percorre as comunidades carimbozeiras da capital e do interior do Estado.

 Mestres e grupos de Carimbó discutem os rumos do movimento pelo registro como patrimônio cultural




Coordenador da ASSEBA no Seminário de 2010

O 10º FEST RIMBÓ continuará sendo também o espaço maior de articulação da Campanha “Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro”, importante movimento cultural que nasceu neste mesmo Festival em dezembro de 2005, quando a Irmandade de São Benedito e vários grupos culturais iniciaram a mobilização junto ao IPHAN para registrar o Carimbó como patrimônio imaterial da cultura brasileira. Como parte da programação do evento, teremos o 7º Seminário da Campanha, abordando o tema “Caminhos do Carimbó na luta por valorização e dignidade”, onde se discutirá as questões relacionadas ao processo de registro em andamento e também as estratégias de fortalecimento e continuidade da rede social e cultural criada a partir desse movimento. Participam os coletivos locais da Campanha de diversos municípios, além de mestres, jovens músicos e dançarinos, produtores culturais, educadores e instituições ligadas à cultura popular. 



O 7º Encontro dos Mestres de Carimbó homenageará Mestre Bento Trindade Alves, fundador do grupo Raízes da Terra (Marapanim) que se encontra gravemente doente e cuja situação reflete a realidade vivida por muitos mestres mestras populares. O evento será o espaço de trocas, vivências e articulações entre mestres e mestras tradicionais que lutam pelo reconhecimento de seus saberes e fazeres, contando com a participação de instituições ligadas à cultura popular como o IPHAN, Fundação Cultural Tancredo Neves, IAP, dentre outras. Experiência única no Pará, o encontro deste ano reunirá mestres e mestras de várias tradições importantes do Carimbó, como a flauta e o banjo artesanais, o batuque tradicional, a confecção de instrumentos e a dança, buscando contribuir para o reconhecimento da importância desses mestres na preservação e transmissão da cultura tradicional às novas gerações.

Uma das novidades desta edição é a realização da Oficina-Vivência de Ludicidade, Literatura e Artereciclagem com as crianças da comunidade, promovida por ativistas do Movimento Nossa Casa de Cultura e Cidadania (AP), que atua em comunidades ribeirinhas da Amazônia. Jonas Banhos, arte-educador, palhaço e Mochileiro Tuxaua será o animador dessa atividade, que busca estimular a criatividade, a leitura e sensibilidade ambiental de crianças e adolescentes a partir de suas próprias referências culturais, que no caso de Santarém Novo é o carimbó.





Candinho dos Quentes da Madrugada


O festival realizará ainda Cortejos de Carimbó, Festa no Barracão, Alvoradas, Feira de Artes e Sabores Amazônicos, Cine-Carimbó e animados bailes e shows com grupos regionais, como o Grupo Raízes da Terra (Marapanim) e locais, como o Grupo Os Quentes da Madrugada.


O 10º FEST RIMBÓ será realizado na cidade de Santarém Novo, na região do Salgado paraense, nos dias 17 e 18 de dezembro de 2011, antecedendo as tradicionais festas de carimbó da centenária Irmandade de São Benedito desta cidade.


Todas as atividades do evento serão gratuitas e abertas ao público. A realização é da Irmandade de Carimbó de São Benedito, em parceria com a Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro, tendo o apoio do IPHAN-PA, da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, do SESC-PA, do Instituto de Artes do Pará, da Prefeitura Municipal de Santarém Novo, Câmara Municipal de Santarém Novo.

SERVIÇO:

O que: 10º FEST RIMBÓ – Festival de Carimbó de Santarém Novo
Quando: 17 e 18 de dezembro de 2011
Onde: Espaço da Irmandade de Carimbó de São Benedito, Santarém Novo/PA
Como Chegar: Veja AQUI

Contatos da Coordenação:
(91) 8722-9502 / 9137-9017 / 8263-9738
Blog: www.festrimbo.blogspot.com
Email: carimbopatrimonioculturalBR@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pela sua valiosa contribuição. Volte sempre!!!
Jonas Banhos
jonasbanhosap@gmail.com
twitter: @JonasBanhos
msn : jbanhos@hotmail.com
orkut: Jonas Banhos