Ocorreu um erro neste gadget
jonasbanhosap@gmail.com (96) 8129 1837 - Macapá/AP (91) 8312 8015 - Belém/PA (61) 3208 5555 - Brasília/DF

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Como Tuxáua, seguimos nossa mochilada cultural Brasil afora.

Quando decidi dedicar minha vida a servir os mais excluíd@s, escolhi fazer aquilo que sempre gostei: cultura. Não sabia exatamente o que fazer, afinal não era um artista, mas sim um servidor público. Então resolvi ler, pesquisar, pensar, viajar, divagar, relaxar.

Fui visitando e conhecendo experiências culturais de sucesso Brasil e mundo afora. Depois, fucei dentro do Governo Federal o que tinha de legal no campo cultural e descobri o Programa Cultura Viva, os Pontos de Cultura, a Arca das Letras, os Telecentros. Aí, consegui enxergar uma luzinha no fim do túnel...

Simplesmente, deu na telha de juntar tudo isso e mais alguma coisa que surgisse em um único lugar, na NossaCasa de Cultura e Cidadania. E, então, tentar fazer isso com e para os povos e comunidades tradicionais, que no meu sentir são os mais excluíd@s da sociedade. E, justamente eles, que vivem no meio das florestas, na beira de rios, igarapés, lagos, mares. Mantendo uma relação harmoniosa com a mãe natureza, cuidando dela, preservando-a na grande maioria dos casos. Mantendo modos de vida tradicionais, culturas populares, que vêm passando de geração em geração, desde os povos originários, os indígenas, depois os escravos e seus remanescentes quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, agroextrativistas, castanheiros.

Pouco mais de dois anos de dedicação, muito amor, trabalho intenso, trocas solidárias de saberes, muitas viagens ao interior da Amazônia e ao centro do Brasil. Depois de inúmeros embates com (des)governantes do Amapá, alguns nãos e muitos sim de pessoas em geral, no dia 7 de junho de 2010, recebo a notícia da adorável Bruxa Catarina Ribeiro, do Ponto de Cultura A Bruxa tá Solta, de Roraima, de que nosso trabalho tinha, finalmente, sido renconhecido nacionalmente por meio do Prêmio Tuxáua 2010 do Ministério da Cultura. "Ufa, que maravilha!!!" disse-lhe, ao pulos de alegria, comemorando juntamente com minha fiel escudeira, a voluntária e ativista cultural do Movimento NossaCasa, Rita de Cácia!!!

Puxa, é uma alegria ver todo o esforço reconhecido, além de nos dar mais força, recursos e a certeza de que estamos trilhando um caminho, dentre muitos possíveis, bacana. Ser reconhecido como Tuxáua dá-me mais ânimo para continuar vivenciando, diariamente, valores apreendidos com meus pais, avós, ti@s sábi@s viventes na floresta: como justiça social, honestidade, transparência, retidão, solidariedade, paciência, compaixão, comunhão, amor, união, paz, participação, desobediência e resistência civil.

Toda a mobilização e articulação para tirar as comunidades ribeirinhas/tradicionais da Amazônia do anonimato, do esquecimento, da invisibilidade vem surtindo efeito. Ainda falta muito, claro, mas já é um bom início, em tão pouco tempo. Conseguimos, a contragosto dos donos do poder no Amapá, pressionar e levar políticas públicas culturais para nossos povos e comunidades tradicionais.

Somos prova viva de que falta interesse político de nossos opressores em fazer as coisas acontecerem na Amazônia. Querem nos manter isolados, sem comunicação, sem acesso a políticas públicas mais básicas, porque assim é mais fácil de dominar e permanecer no poder, utilizando-se de recursos como compra de voto, assistencialismo, demagogia, promessas nunca cumpridas. Mas, nós, povos e comunidades tradicionais, continuamos vivos, e, por isso mesmo, nos mantemos atentos, ligados, e vamos continuar resistindo, exercendo e estimulando o controle sócio-cultural. E, tudo do nosso jeito amazônida simples de ser. Livres e unid@s!!!

Afinal, "essa ciranda não é minha só. Ela é de todos nós. Ela é de todos nós.", como bem nos ensina Capiba. Assim, continuamos nossa caminhada, mochilas nas costas, alegres e esperançosos, seguindo os ensinamentos de nossos ancestrais. Pelos rios e florestas gritamos ainda mais alto em nossa Rádi@ Megafônic@ NossaCas@ Amazôni@ Livre: "E viva a Cultura Viva deste Brasilzão diverso e lindo. Queremos muito Mais Cultura."

Tuxúa somos, por natureza!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pela sua valiosa contribuição. Volte sempre!!!
Jonas Banhos
jonasbanhosap@gmail.com
twitter: @JonasBanhos
msn : jbanhos@hotmail.com
orkut: Jonas Banhos